Valores

O que a comida do bebê esconde

O que a comida do bebê esconde


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Existem alimentos capazes de atrair as crianças como um ímã. Biscoitos com formas lindas, com cara de personagem da moda ou banhados num fantástico chocolate colorido. Existem armadilhas impossíveis de contornar.Que pai não acaba comprando aqueles biscoitos fantásticos com que seus filhos sonham?

Porém, todos os alimentos têm um rótulo, que nem sequer olhamos. Muitas vezes a gente só olha aquele endosso, aquele selo que aparece na caixa: 'Endossado pela Ordem dos Pediatras' ... Isso nos basta. Ou não?

Agora, um grupo de nutricionistas exige a retirada desses 'endossos enganosos'. O exemplo: uns biscoitos (muito bons, aliás), em forma de dinossauro, que trazem aquela garantia de AEP (Associação Espanhola de Pediatria) e isso esconde, entretanto, níveis muito elevados de açúcar. As Biscoitos 'dinosaurius' (da marca Artiach), afirma ser feito com 65% de cereais, mas o que o rótulo nos diz é que seu filho também comerá, junto com 100 gramas de biscoito, 21 gramas de açúcar (cerca de quatro colheres de chá). Se levarmos em conta que uma criança menor de 3 anos não deve consumir mais de 17 gramas de açúcar por dia ... O que acontece com esse excesso de açúcar? Ele se transformará em gordura, e você estará contribuindo para que seu filho fique cada vez mais gordo da maneira menos saudável possível.

A pergunta é: você é um daqueles que lêem os rótulos dos alimentos que compra para seus filhos?

Altos níveis de açúcar, gorduras parcialmente hidrogenadas, óleos 'não saudáveis' ... Às vezes compramos o que 'entra nos nossos olhos' e não percebemos que o que é realmente importante é o que vamos comer. Você realmente sabe o que dá ao seu filho? Você vê se alguns biscoitos são feitos com óleo de palma ou de girassol? Você sabe quanto açúcar devo comer por dia? E o que você sabe sobre gorduras parcialmente hidrogenadas? Você sabe quais são os principais culpados da obesidade infantil? Aqui está o que procurar ao ler o rótulo de biscoitos, laticínios ou salgadinhos que você compra para seu filho:

- Gorduras: Evite gorduras parcialmente hidrogenadas. São gorduras nocivas que se transformam em colesterol "ruim". Eles são gorduras 'trans', que sofreram uma modificação química.

- Óleo: Melhor que seja óleo vegetal (o melhor, azeitona e girassol. Se for azeitona, procure colocar 'extra virgem').

- Açúcar: Recomenda-se que uma criança com menos de 3 anos de idade não consuma mais do que 17 gramas de açúcar por dia. A partir dessa idade, o consumo pode chegar a 25 gramas por dia. (5% das calorias consumidas por dia). Procure-os nos carboidratos. O açúcar em alguns rótulos também é incluído como 'glicose', 'dextrose' ... Observe o açúcar em cereais, sucos e vitaminas, porque geralmente é muito alto.

- Sódio: O sal está escondido sob este nome. Bebês com menos de 3 anos não devem ingerir mais do que 2 gramas de sal por dia (0,8 gramas de sódio). De 4 a 6 anos, 3 g de sal (1,2 g de sódio), de 7 a 10 anos, 5 g de sal (2 g de sódio), e de 11 anos, 6 g de sal por dia (2 , 4 g de sódio).

Você pode ler mais artigos semelhantes a O que a comida do bebê esconde, na categoria Nutrição Infantil no Local.


Vídeo: DICAS MANEIRAS COM ROUPAS MASCULINAS. Testando DIY Geniais para Visuais Incríveis por 123 GO! BOYS (Outubro 2022).