Valores

O batimento cardíaco acelerado de um bebê

O batimento cardíaco acelerado de um bebê


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Uma das coisas que chama a atenção de muitas mães que acabam de dar à luz é a rapidez com que o coração do bebê bate, quando o pegam, abraçam e aninham no colo.

O coração de um bebê recém-nascido bate muito mais rápido do que o de um adulto, e isso pode ser percebido apenas ao pousar a mão em seu peito. Durante a gestação, o bebê tem uma circulação diferente. O sangue do feto mal passa pelos pulmões, onde é normal ser oxigenado, mas sim na placenta.

No nascimento, as artérias pulmonares se abrem e a troca gasosa começa nos pulmões. Esse é o início da mudança que ocorrerá na circulação do bebê. Essa transição é automática, portanto, se ocorrer um problema, será devido a uma anormalidade cardíaca. Mas isso pode ser detectado com o teste de Apgar.

O batimento cardíaco acelerado de um recém-nascido é normal. Enquanto a taxa de um adulto é de 60 a 80 batimentos por minuto (bpm), a dos bebês geralmente fica entre 120 e 160 bpm. Com um mês de nascimento, geralmente se apresenta de 100 a 150 bpm, aos dois anos entre 85 e 125 bpm, aos quatro anos de 75 a 115 bpm, aos 6 anos de 65 a 100 bpm, e acima de 6 anos, entre 60 e 100 bpm. O coração dos pequenos bate com mais frequência porque ainda é imaturo.

Além da alteração que ocorre na circulação e na oxigenação do sangue, sabe-se também que as células do coração do bebê são menores e não se organizam como as dos adultos. A frequência cardíaca aumenta para que o oxigênio chegue aos tecidos e faça tudo funcionar como deveria, para as crianças. Outro dos muitos 'milagres' realizados pelo corpo humano.

Você pode ler mais artigos semelhantes a O batimento cardíaco acelerado de um bebê, na categoria de estágios de desenvolvimento no local.


Vídeo: BATIMENTOS CARDÍACOS DO BEBÊ (Outubro 2022).