Valores

10 dicas para parar a agressão infantil

10 dicas para parar a agressão infantil


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Comportamento agressivo é aquele em que uma criança tenta prejudicar, física ou mentalmente, outra criança ou mesmo seus pais. É uma ação intencional que se manifesta por meio de chutes, arranhões, gritos, empurrões, xingamentos, mordidas, puxões de cabelo ...

O comportamento agressivo faz com que a criança tenha complicações e dificuldades nas relações sociais. Impede uma integração correta em qualquer ambiente: na escola, em casa ... Mas como podemos ajudá-lo?

1- Identifique a causa que o gera: se tem baixa autoestima, se não se sente amado, se se sente príncipe destronado ... Ajudá-lo a resolver seu problema ajudará a mudar seu comportamento.

2- Crie um ambiente familiar de confiança para que você possa expressar suas emoções. Devemos explicar a ele que é normal ficar com raiva ou sentir raiva, mas a resposta não é bater, mas ele pode nos dizer como se sente e, assim, liberar suas emoções.

3- A intervenção precoce é muito mais eficaz. Não espere que a criança comece a mostrar um comportamento mais agressivo. Intervenha assim que perceber que a criança está frustrada ou chateada.

4- Gerar oportunidades para ter sucesso no seu dia a dia: parabenizá-lo por arrumar bem sua cama, por pegar seu prato de jantar, por se vestir, ou mesmo por saber o conteúdo em determinado horário e não se envolver em comportamentos agressivos

5- Seja um exemplo para a criança: nossa atitude não deve ser agressiva, se nos virem gritando, perdendo a paciência ou batendo portas, não devemos nos surpreender se forem agressivos. Devemos ser congruentes e ser um modelo para eles.

6- Se a violência é contra nós, a criança explodiu, grita insultos e até quer nos atacar, é melhor ir embora. Está em plena explosão emocional e não pode ser racionalizado.

7- Se o comportamento violento for contra o irmão ou outras crianças devemos pará-lo com firmeza. Não devemos esperar que volte a bater. É preferível separá-lo da criança e mandá-lo para seu quarto para refletir ou separá-lo das outras crianças, explicando que ele poderá brincar novamente quando estiver pronto para fazê-lo sem causar danos.

8- Você tem que fazê-lo entender depois que seu comportamento não era apropriado e até mesmo realizar alguma punição privada ou educacional e, claro, você deve se desculpar com a pessoa que fez o mal

9- Evite assistir televisão em excesso, que ele tem acesso a videogames com conteúdo violento e o incentiva a se exercitar e canalizar sua energia

10- Caso você tenha colocado tudo isso em prática e nada funcione, você deve ir a um terapeuta infantil para que você possa encontrar a causa e canalizar suas emoções. Lembre-se de que as crianças são agressivas porque aprendem a ser agressivas, também podem aprender a deixar de ser agressivas.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 10 dicas para impedir a agressão infantil, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: Explosões de agressividade - Síndrome de Hulk. Entenda com a psiquiatra Maria Fernanda Caliani (Novembro 2022).