Valores

Ensine a criança a apoiar não só no Natal, mas durante todo o ano

Ensine a criança a apoiar não só no Natal, mas durante todo o ano


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O Natal está chegando e é como se todos ficássemos mais solidários: participamos de feiras de caridade e / ou contribuímos com nosso grão de areia para os bancos de alimentos da cidade, mas ser solidário também tem outras conotações.Ensine a criança a apoiar não apenas no Natal, mas durante todo o ano.

Por que é que quando chega o Natal, todos sentimos um sentimento de solidariedade? Por que não podemos estender esse comportamento e comportamento pelos próximos doze meses? Existem, no nosso dia a dia, centenas de situações em que podemos ser solidários, porque não é apenas uma palavra, é uma atitude de vida, um gesto!Apoiar é ...

- Dar amor.

- Compartilhe risos.

- Recolha bons momentos.

- Seja generoso todas as manhãs.

- Ouça atentamente o parceiro ao nosso lado.

- Saiba como entender outra pessoa.

- Diga alguma coisa ao nosso amigo a tempo quando ele precisar.

Pequenos detalhes que impactam a outra pessoa. Mas é também que a solidariedade está intimamente ligada a outro valor que devemos incutir nos nossos filhos no Natal e ao longo do ano: a empatia.

O que é empatia de verdade? Empatia é se colocar na pele do outro, algo que é muito difícil de fazer porque ninguém nos ensina. A empatia pode ser aprendida por meio de emoções, Por exemplo, somente se tivermos experimentado raiva e raiva, podemos compreender e entender o que uma criança sente na mesma situação.

Não podemos pedir a uma criança que tenha nossos valores ou nosso comportamento adulto, mas há algo que temos em comum com ela e ela pode nos ajudar a nos conectar: ​​emoções. A tristeza deles será muito semelhante à nossa, assim como a raiva ou a alegria deles. E é aí que começa a empatia!

O melhor lugar para começar a transmitir valores e emoções é a hora do jantar. Os pais devem primeiro começar a contar a emoção que tiveram ao longo do dia, por exemplo, 'hoje eu estava triste', 'hoje eu estava feliz' ou 'hoje no trabalho eles me fizeram sentir diferente' ... Fazendo isso para que as crianças vejam que nós também temos emoções e que as expressamos para não 'obrigar' a criança a nos contar imediatamente algo, pois já sabemos que alguns pequeninos não falam muito. É algo que você terá que fazer aos poucos e que no final vai render. Está semeando!

Você tem que entender que para poder compartilhar emoções você tem que estar num momento presente, de calma e tranquilidade, então muita paciência. Não podemos pisar nas emoções das crianças mas para entendê-los, entendê-los e então trabalhar neles.

'Viemos a este mundo como irmãos; Portanto, vamos andar de mãos dadas e um na frente do outro ', disse William Shakespeare. Vamos seguir o que o escritor inglês nos diz e vamos, passo a passo e dia a dia, educando nossos filhos em valores como a solidariedade através de pequenos gestos como ler uma história para eles, recitar poesia ou mostrar-lhes uma fábula.

- O dia dos heróis
Ser um herói não é se vestir como Superman ou Batman. Ser herói é estar ao lado de quem precisa de nós e ajudar o companheiro que está mais próximo de nós e essa é a mensagem preciosa que a história do 'Dia dos Heróis' nos transmite.

- Branco, rosa e amarelo
Não importa onde nascemos, a cor da nossa pele, a língua que falamos ... temos que explicar aos nossos filhos que somos todos iguais. Você pode fazer isso através desta poesia para educar na paz.

- O dia da solidariedade
E se fizermos com que as crianças vejam que apoiar é cheio de vantagens? Você fica mais feliz, compartilha mais coisas com seus colegas, o mundo é melhor e todos nós nos divertimos muito. Como acontece com a professora Lechuza em sua turma.

- O menino e o mendigo
Caridade, gentileza ou solidariedade são conceitos que podem ser difíceis de entender para uma criança, daí a necessidade de muitos pais recorrerem a ferramentas educacionais como a poesia. 'O menino e o mendigo' Vou fazê-los ver que devemos compreender e respeitar os outros e, acima de tudo, não nos deixarmos guiar pela sua aparência física.

É claro que no Natal podemos ensinar aos nossos filhos valores como a empatia e a solidariedade ... Agora que já sabe, vamos começar?

Você pode ler mais artigos semelhantes a Ensine a criança a apoiar não só no Natal, mas durante todo o ano, na categoria de Valores Mobiliários On-site.


Vídeo: Atividades de Volta as Aulas - Ao Vivo (Novembro 2022).